Histórico

Em 11 de Março de 2006, reuniram-se 21 voluntários que já atuavam como “Doutores Palhaços” num apartamento “sala-quarto”, mais um cachorro de grande porte, para discutir a abertura de um grupo, com objetivos sérios, de atuar como voluntários e sem fins lucrativos em hospitais da região. Não é preciso usar muita imaginação para concluir que naquela reunião, surgiu muita confusão, muito barulho e várias idéias doidas. Mas como somos muito persistentes, conseguimos elaborar um estatuto e uma ata, que só faltou ser assinada pelo cachorro.

Enfim, nasceu o Grupo de Voluntários “SOS Só Riso”. Como todo recém nascido, éramos carecas e sem dentes, sem roupa, ou seja, não tínhamos nada, só vontade de brincar e comer.

Nossa primeira atuação oficial foi a convite da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Santos, para atuarmos nas comemorações do evento “Ação Global”, que ocorreu no dia 06 de Maio de 2006 no SESI. Naquela oportunidade, nos deparamos com uma multidão de crianças e jovens saudáveis (cheios de energia) que exigiram muito dos 08 voluntários presentes. Mas como também estávamos ansiosos em atuar, arrebentamos a sola do sapato e os nossos músculos de atleta de “ping-pong”.

No final de 2006, já registrávamos participação em vários eventos como Tribuna Kids, Ação Global, Abraço Solidário, McDia Feliz, Dia das Crianças do CVC, Campanha de Vacinação contra a Poliomielite, entre outros. Mas o nosso objetivo maior sempre foi atuar em hospitais, o que aconteceu de uma forma esporádica em alguns hospitais da região como: Hospital Guilherme Álvaro, CREI (Centro de Referência em Emergência e Internação), CROI (Centro Regional de Oncologia Infantil), Hospital São José e Hospital Municipal da Zona Noroeste.

Em 2013, registramos a nossa ONG que passou a se denominar “Associação de Voluntários SOS Só Riso”, possuímos uma sede/camarim, somos quase 30 voluntários, e atuamos nos Hospitais Guilherme Álvaro, Santa Casa de Misericórdia de Santos e Infantil Gonzaga atendendo a quase 4.000 crianças e adolescentes por ano, além das intervenções teatrais em creches, eventos e entidades de apoio.